O que são os selos de inspeção dos alimentos de origem animal?
9 de novembro de 2017
Alimentação das crianças em escolas municipais de São Paulo: motivo para comemorar
15 de Janeiro de 2018

Tempero na comida da criança: pode?

No dia a dia nas escolas é comum ouvir de pais, educadores e cozinheiras as seguinte frases: “preciso esconder a cebola, pois as crianças não gostam”, “nem pensar em colocar salsinha, as crianças tiram o verdinho do prato”. E de fato esse é um problema muito comum, mas por quê? Primeiro vamos entender um pouco sobre como ocorre a formação do paladar da criança!

As crianças começam a criar sua memória gustativa e armazenar informações sobre sabores e aromas ainda durante a gestação. Isso mesmo, o que a mãe consome é capaz de modular o paladar do bebê, mesmo antes dele nascer. O leite materno também contribui com a transferência de sabores. Processo que facilita a introdução alimentar após os seis meses.

No primeiro ano de vida a criança pode receber diversos alimentos e temperos?

Manjerona e manjericão

Sim. Isso facilita a educação do paladar da criança reduzindo as chances de recusa posterior. No entanto, o uso de temperos prontos não traz benefícios nem para adultos e nem para crianças e pode, ainda, ser prejudicial quando o uso ocorre em excesso. Muitos temperos são ricos em sódio e gorduras saturadas. E se falta tempo, nada como a informação para usar opções de temperos frescos de forma prática no dia a dia.

Dicas
Selecione as ervas de sua preferência, aproveite uma ida ao supermercado ou feira e se puder, tenha alguns vasos com ervas em casa. Lave as ervas em água corrente e faça a desinfecção com hipoclorito de sódio (comprados para esta finalidade ou use água sanitária com indicação para uso em alimentos). No liquidificador, adicione as ervas, cebola e alho descascados, azeite e uma pequena quantidade de água, suficiente para bater. Acondicione o tempero em um vidro com tampa na geladeira por até 5 dias e utilize no preparo da comida. Gostou da ideia? Que tal começar com essa receita de tempero? Confira!

Alho poró – 1 unidade (use também as folhas verdes, não é necessário descartá-las);
Cebola – 2 unidades
Alho – 3 dentes
Salsinha – a gosto
Alecrim fresco – 1 colher de chá
Tomilho fresco – a gosto
Azeite – 2 colheres de sopa
Água em pequena quantidade, apenas o suficiente para bater
Se gostou das dicas, envie suas sugestões e dúvidas para: atendimento@qualyfood.com.br

Os comentários estão encerrados.